Monitoramento e Análise da Resposta Galvânica da Pele

Resumo: Sensores fisiológicos (ou de biofeedback) fornecem dados valiosos e confiáveis sobre as respostas dos usuários a produtos e experiências. Nos últimos anos, esses sensores têm atraído o interesse da comunidade de Interação Humano-Computador (IHC), tornando-se mais uma ferramenta para ajudar no processo de avaliação de sistemas computacionais. Sensores de biofeedback, de forma complementar as abordagens subjetivas, por exemplo, pesquisas do tipo survey, diários, entrevistas e grupos focais, são capazes de capturar implicitamente dados objetivos, podendo ser utilizados para diferentes fins. Particularmente, sensores de resposta galvânica da pele (GSR) medem a atividade elétrica das glândulas que produzem suor, por exemplo, nas palmas das mãos e pontas dos dedos. Sensores GSR podem ser aplicáveis em situações em que é necessário identificar o nível de estresse ou emoção de usuários. De maneira geral, na literatura encontramos pesquisadores que desenvolvem seu próprio sensor GSR ou utilizam soluções, geralmente, de custo proibitivo. Este projeto de pesquisa consiste no estudo de um sensor de baixo custo chamado Grove GSR (http://wiki.seeedstudio.com/Grove-GSR_Sensor/) para medição da resposta galvânica da pele de usuários. Esse processo engloba a condução de um experimento para capturar medidas fisiológicas de usuários (utilizando tal sensor) e a análise dos dados coletados com o objetivo de verificar a viabilidade de se utilizar o sensor em questão para a identificação do nível de estresse e engajamento de usuários em função de um dado estímulo.

Data de início: 2019-08-01
Prazo (meses): 24

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Rodrigo Laiola Guimarães
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910