Banco de Dados Condicional = Base de conhecimento Condicional + Banco de Dados Ralacional

Nome: Rafael Gabeira Cola
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 09/12/2005
Orientador:

Nome Papelordem decrescente
Berilhes Borges Garcia Orientador

Banca:

Nome Papelordem decrescente
Fernando José Martinelli Examinador Externo
Maria Claudia Silva Boeres Examinador Interno
Berilhes Borges Garcia Orientador

Resumo: Nesta dissertação é proposta uma abordagem que reduz o tempo necessário
para o raciocínio on-line transferindo para o raciocínio off-line a
parte mais onerosa da inferência em bases de conhecimento condicional.
No momento off-line, é construído um particionamento ordenado da base o
qual é utilizado para inferir valores booleanos de proposições. Depois
de inferidos, tais proposições e seus valores booleanos são armazenados
em um banco de dados o qual é chamado Banco de Dados Condicional.
Neste trabalho é apresentada uma nova abordagem para a criação de um
particionamento ordenado de bases a qual utiliza programação matemática.
Para as inferências, são usadas duas abordagens de Garcia e Brasil, uma
para inferências de acordo com o entalhamento lexicográfico e outra para
inferências de acordo com o entalhamento do sistema Z. Ambas utilizam
programação matemática para realizar as inferências.
O raciocínio on-line é reduzido a consultas em um banco de dados por
valores booleanos de proposições. Se não é possível inferir o valor
booleano de uma proposição, então essa proposição não será armazenada no
banco de dados.
Utilizando esta abordagem, foi desenvolvido um sistema chamado CBDC -
Construtor de Banco de Dados Condicional.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910