ESTUDO DE ALGORITMOS PARA O PROBLEMA DE OTIMIZAÇÃO DE VAZÃO DE POÇOS DE PETRÓLEO.

Nome: João Olavo Baião de Vasconcelos
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 21/12/2011
Orientador:

Nome Papelordem decrescente
Lucia Catabriga Co-orientador
Maria Claudia Silva Boeres Orientador

Banca:

Nome Papelordem decrescente
Lucia Catabriga Coorientador
José Roberto Rodrigues Examinador Externo
Maria Claudia Silva Boeres Orientador

Resumo: A atividade de Engenharia de Petróleo está rotineiramente envolvida em uma série de problemas de otimização em variados contextos, como definir projetos otimizados e eficientes na produção e no desenvolvimento de reservas de petróleo. Entretanto, há uma extrema dificuldade na resolução de problemas de otimização de exploração e produção (E&P), uma vez que são problemas frequentemente complexos, com elevado grau de não-linearidade, que apresentam alto número de incertezas e com enorme custo computacional envolvido. Dentre eles, está o problema de determinar a melhor distribuição de vazões entre os poços de uma plataforma de produção de petróleo capaz de resultar em um projeto de E&P de maior rentabilidade financeira, aqui denominado Problema de Otimização de Vazão de Poços de Petróleo (POVPP). Para tratar o POVPP, foram estudados alguns algoritmos de otimização contínua que possam lidar com as restrições lineares presentes no problema, que são o Otimização sem Derivadas (Derivative Free Optimization DFO), o Busca por Conjunto Gerador (Generating Set Search GSS) e o Evolução Diferencial (Differential Evolution DE). O DFO é um algoritmo sequencial, enquanto que o GSS e o DE são algoritmos paralelos. Também são apresentados dois estudos de caso que representam campos de petróleo sintéticos. Os resultados mostram como os algoritmos estudados se comportam ao tratar o POVPP para os dois estudos de caso, comparando-se dados obtidos de valores financeiros otimizados, tempos de execução e quantidade de avaliações da função objetivo. Conclui-se, por fim, que, para o estudo de caso simples, o GSS teve o melhor resultado, e para o estudo de caso mais complexo, mais semelhante a reservatórios reais, o DE se sobressaiu.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910